apresentação

A Hemoterapia, também chamada de Medicina Transfusional, trata doenças e condições clínicas dos pacientes através da manipulação do sangue. Entre as técnicas por ela utilizadas estão as transfusões de sangue e seus componentes (como glóbulos vermelhos, plaquetas e plasma), as sangrias terapêuticas, as aféreses terapêuticas e o transplante de Células Progenitoras Hematopoiéticas (Células Tronco).

A transfusão é um método de reposição de sangue ou de um de seus componentes utilizada em pacientes com grandes hemorragias por acidentes ou grandes cirurgias, em tratamentos quimioterápicos ou em anemias não responsivas a tratamentos clínicos, entre outros.

As sangrias terapêuticas são procedimentos de retirada do sangue que ajudam no tratamento de doenças que causam acúmulo de ferro no organismo, como hemocromatose, ou de glóbulos vermelhos como na Policitemia Vera e por Doença Pulmonar Crônica Obstrutiva (DPOC).

A aférese terapêutica, por sua vez, consiste na remoção de uma substância ou componente do sangue total de um paciente por meio de um equipamento separador de células. Tem aplicação em várias áreas, em especial em Neurologia, Hematologia e Nefrologia. O equipamento que as realiza também permite a coleta de células tronco para transplante e de concentrados de plaquetas de doadores para transfusão.

O Serviço de Hemoterapia é indispensável para viabilizar cirurgias de médio e grande porte, atendimento obstétrico, tratamento do câncer e leucemias, hemodiálise além do tratamento de inúmeras outras condições em pacientes clínicos. Para tal, conta com setores de coleta de sangue de doadores (e realização de sangrias terapêuticas), coleta por aférese, fracionamento do sangue em seus componentes, testes para doenças infecciosas em todas as doações (realizados no laboratório de Patologia Clínica), armazenamento do sangue, compatibilidade sanguínea, transfusão hospitalar e ambulatorial.

Procedimentos disponíveis no Serviço de Hemoterapia:

  • Transfusões de Concentrados de Hemácias, de Plaquetas, de Plasma Fresco Congelado e Crioprecipitado.
  • Coleta e transfusões de Auto-Doações para cirurgias.
  • Sangrias Terapêuticas.
  • Aféreses terapêuticas.
  • Exsanguíneo-Transfusões parciais.
  • O que é sangria terapêutica?

    É a retirada do sangue com a intenção de diminuir o excesso de glóbulos vermelhos ou de ferro no organismo. Funciona, basicamente, como uma doação de sangue: após uma avaliação, são colhidos de 300ml a 500ml de sangue com a utilização de um conjunto de agulha e bolsa plástica descartáveis.

  • É possível fazer transfusões sem estar internado no hospital?

    Sim. Através de agendamento e coleta de amostra prévios é possível fazê-las nas instalações do nosso Serviço. Deve ser lembrado, entretanto, que as transfusões dependem de doadores: é importante providenciá-los para evitar que, não havendo estoque suficiente, a transfusão não possa ocorrer no prazo esperado.

  • Então há outros componentes do sangue que podem ser transfundidos?

    Sim, existe o Plasma e o Crioprecipitado utilizados para corrigir problemas de coagulação e o Concentrado de Plaquetas, utilizado para pacientes que fazem quimioterapia intensiva e que não as produzem, correndo risco de hemorragias espontâneas.

  • O que é transfusão de Concentrado de Hemácias?

    Ao contrário do que a maioria imagina, as transfusões ditas “de sangue”, na quase totalidade das vezes não são de todo o sangue doado. O Banco de Sangue separa-o em componentes a serem utilizados de acordo com a necessidade do paciente: o Concentrado de Hemácias é a parte dos glóbulos vermelhos, utilizado para melhorar a anemia.

novidades em destaque

encontre seu médico