tag-header Equipe da OPO-2 do HSL – PUCRS recebe capacitação para manipulação de bonecos de simulação realística - HSL - Hospital São Lucas da PUCRS

Equipe da OPO-2 do HSL – PUCRS recebe capacitação para manipulação de bonecos de simulação realística

A utilização dos bonecos serve para capacitação de um diagnóstico efetivo de morte encefálica no processo de doação de órgãos  

Nos dias 26 e 27 de novembro, a equipe da Organização de Procura de Órgãos (OPO-2) do Hospital São Lucas da PUCRS, recebe a capacitação para manipulação de bonecos de simulação realística, os SimMAN ALS, da empresa Laerdal Global Health, dentro do laboratório da Escola de Medicina da PUCRS

A OPO-2 é responsável por coordenar todos os processos identificação precoce dos possíveis doadores e, acolhimento familiar e capacitações de equipes sobre o tema no HSL-PUCRS e em mais 32 hospitais do estado. De acordo com a lei 9.434, a doação dos órgãos de doador falecido só é permitida quando for constatado a morte encefálica, para este diagnóstico, é necessário a realização de diversos testes físicos e clínicos. Para haver a autorização do transplante, é necessária uma entrevista com os familiares.  

O setor realiza, de forma gratuita, capacitações para determinação de morte encefálica para médicos que atuam em UTIs e emergências. A parceria realizada com a Laerdal Global Health, irá viabilizar a realização de diversa turmas destas capacitações ao longo de 2022 para equipes médicas. 

O Objetivo, é que com esses treinamentos, seja possível contribuir para que mais profissionais estejam habilitados, tanto na identificação precoce dos possíveis doadores, como no acolhimento familiar. É de extrema importância, a manutenção terapêutica adequada para que o paciente esteja estável e em condições hemodinâmicas necessárias, em caso de uma aceitação, por parte da família para a doação. Desta forma, é possível ampliar o número de doadores e consequentemente aumentar os pacientes salvos. Cada doador, pode salvar até dez vidas.  

O estudo é uma parceria fruto das ações realizadas pelo Parque Científico e Tecnológico da universidade (TECNOPUC), por intermédio do BIOHUB. Juntos promovem um conjunto de ações sincronizadas entre as áreas da universidade que possuem o mesmo objetivo: promover a inovação, conectando talentos e conhecimentos para gerar negócios inovadores e de impacto em ciências da vida.